Séries

{Série} A Rainha do Sul

Se não for para viciar, não começo a assistir uma série. Como a maioria que acompanha o blog sabe, sou dessas que quando começo uma série, quero saber sobre tudo, vejo vídeo no YouTube, entro para os grupos, fico louca atrás de spoiler e levo realmente a sério a história de ser fã. Quando A Rainha do Sul entrou para o catálogo do Netflix não veio como sugestão pra mim porque não assisti Narcos e nenhuma outra que tivesse a ver com tema, mad, chegou como sugestão para minha amiga e ela sem querer começou assistir achando que era um filme e nós não fizemos mais nada além de nos entregar de alma e coração para Alice Braga e Peter Gadiot que interpretam respectivamente Tereza Mendonza e James. E eu vou contar porque vocês também precisam se apaixonar.

1 – A protagonista é uma mulher e brasileira: Teresa Mendoza, interpretada pela Alice Braga começa a série como uma cambista, que tem um envolvimento com o tráfico desde a morte da sua mãe, mas que acaba piorando sua situação ao ter seu namorado, Guero, morto pelo seu chefe do Cartel e piorando toda situação para garota. Ela, por sua vez, logo aprende que para sobreviver, precisa ser esperta. E para ser esperta, tem que deixar sua índole e seu coração de lado, ganhando a confiança dos seus chefes, principalmente de James, porque sem ele, essa série não tem a mínima graça. E eles são o casal shipper. Alice está simplesmente maravilhosa, seja no passado ou no futuro, ela encarna o papel da garota que estava lutando contra o cartel inimigo e logo aparece ela toda poderosa, dona da porra toda. É simplesmente incrível ver uma mulher com a posição de poder, normalmente, esses lugares são de homens.

2 – O papel dos homens não é de tanto poder: A série é repleta de homens, sejam eles capangas do Cartel, de confiança, executores ou policiais, mas apesar das grandes atitudes e cenas de ações, eles possuem papéis secundários e certamente encontram gigantescas concorrências nos planos ardilosos e bem montados das personalidades de Camila Vargas (chefe de um Cartel) e Tereza. As duas possuem diferentes formas de poder em cima dos personagens Stefano (marido de Camila e Governador de um dos estados mais poderosos do México), Guero (o babaca do namorado morto), o James (maravilhoso homem de confiança da Camila e parceiro da Tereza) e os demais coadjuvantes. E para ser honesta, a série não está preocupada em arrastar os assuntos, ela é rápida, direta e não é para menores de idade. Tem cenas de sexo e violência explícita. E segundo informações de amigos, quem assistiu Narcos vai gostar de A Rainha do Sul.

3 – A série é uma adaptação de um romance e já foi uma novela mexicana muito famosa: a história foi adaptado de Arturo Pérez-Reverte, transformando uma mocinha em a maior traficante do sul da Espanha. A novela tem um roteiro muito diferente da série, pelo que li, os atuais personagens são diferentes, incluindo os relacionamentos de Tereza. E eu sinceramente, prefiro a série, principalmente pelo novo formato. A primeira temporada está disponível na Netflix e toda quinta-feira tem um novo episódio no Space, canal pago.

You Might Also Like