Editora Arqueiro Resenha

Resenha – Uma Carta de Amor

O que falar sobre o Nicholas Sparks? Eu posso dizer que cresci lendo suas histórias, mas houve um período da minha que seus romances pareciam cruéis e dolorosos demais pra mim e hoje, depois que aquela onda de amargura passou, finalmente estou pronta e disposta a me entregar ao Nicholas novamente. Essa decisão veio quando vi o lançamento e percebi que era a hora, principalmente com o livro que deu a origem a um dos meus filmes favoritos.

Theresa é uma mulher divorciada, mãe, jornalista e escritora, desde a sua separação, decidiu não se envolver com mais ninguém, vivendo em função do filho e do trabalho, afastando-se de qualquer chance de ter um amor novamente, até porque a sua vida, tanto emocional quanto física precisa de alguns reparos. Convencida pela sua chefe a passar um tempo de férias em Cape Cod, lá encontra uma garrafa arrolhada e uma folha de papel dentro. Uma carta para uma Catherine escrita por um Garrett.

Intrigada, decide buscar mais informações sobre o homem e sua tão adorada Catherine, no qual ele relata sentir muita falta. Comovida (e eu também, alguém poderia escrever assim pra mim), decide encontrar o autor dessa carta e acaba descobrindo novas cartas que mexem demais com ela – e comigo também. Theresa vai até a Carolina do Norte em busca do nosso Garrett muito bom em palavras, quando finalmente o conhece, eu digo que é o momento que o livro mostra quem é seu autor.

Garrett é um homem apaixonado, mas que durante três anos chorou por seu amor perdido e está pronto para recomeçar sua vida. Theresa desconbre que também está. E eu sinceramente também descobri que estou. Eles vivem um romance tão bonito e sincero que encerrei o livro desejosa. Às vezes, a gente se deixa levar por términos ruins, corações partidos, mas assim como Nicholas escreveu a história de Theresa e Garrett, pode acontecer conosco. Resta saber quando, melhor manter as esperanças!

Foi um bom livro para retomar meu amor pelo Nicholas. Eu realmente me sinto orgulhosa de ter chorado só do meio do livro em diante, agora me sinto com um coração leve por ter me dado a chance. Esse lançamento da Arqueiro não é exatamente uma novidade, mas é a capa mais bonita e com a diagramação melhor. Além da qualidade da Folha e tamanho da fonte. Para as fãs de um bom romance, não ter O Diário de Uma Paixão e Uma Carta de Amor é um crime.

You Might Also Like