Editora Record Resenha

Resenha – Projeto Rosie

Não sei porque relutei tanto ao ler O Projeto Rosie. Lembro que quando o comprei, fiquei enrolando por dias e tenho a mania que depois que o livro vai parar na estante, misturado com os demais, acabo esquecendo e lendo os mais novos. Arrumando o quarto na semana passada, colocando em ordem os livros novos, resolvi arrumar a estante com uma fileira somente com livros não lidos e o primeiro da prateleira foi escolhido para acelerar essa lista que só aumenta e foi uma agradável surpresa, que apesar de tê-lo, nunca busquei saber sobre porque na maior parte das vezes algumas resenhas me fazem desistir de ler o livro e não esperava que Don Tillman fosse me conquistar mesmo sendo o oposto de homem que me atrai.

A capa é a parte que mais gosto – e o livro é muito bom, não é o melhor que já li, mas é muito bom sim e cheio dos seus charmes e maluquices, porém, a capa é charmosa. Não tem nada demais. Uma fonte em harmonia com os demais elementos que a tornam fofa e ao mesmo tempo bem simples. A autora criou um personagem adoravelmente irritante como o Sheldon Cooper de Big Bang Theory. Digo que é adorável, afinal, ele consegue ter seus momentos tão surpreendentes que acabamos rindo e irritante pois a narrativa em primeira pessoa dá vontade de dar uma sacudida em uma pessoa tão certinha, cheia de detalhes, características desses sortudos seres humanos com o QI muito acima da média.

Demorei para ficar envolvida com a história. Os diálogos são bem construídos, inteligentes, mas os aspectos em geral ao redor do personagem me deixou um pouco incomodada, acrescentando detalhes totalmente sem importância na construção da história do Don, que não gerou no fim do livro nenhum acréscimo. Quando o Projeto Rosie efetivamente começou que passei a ficar ansiosa para terminar a leitura e descobrir logo a resposta final. Todas as maluquices que eles aprontam juntos tornou a história muito gostosa de ler.  Don e Rosie são o verdadeiro projeto que devemos analisar, além do fato que ele é uma pessoa crítica, a Rosie, mulher que tem a personalidade completamente oposta a tudo que ele idealizou em uma esposa é simplesmente perfeita para ele e as mudanças na vida de ambos são incríveis.

Terminei o livro com a sensação gostosa de que estou no caminho certo em procurar alguém quem me faça crescer, que me aceite e ame do jeito que sou, assim aprenderemos juntos sobre o outro e criaremos um relacionamento baseado na aceitação mútua, amor-próprio e muita química. Gostoso do meio para o fim, dei quatro estrelas no skoob e recomendo.

You Might Also Like