Editora Essência Livros Resenha

Resenha – Muito Mais Que Uma Princesa

Muito Mais Que Uma Princesa foi um achado incrível. Na rodoviária Novo Rio tinha uma feira de livros de até vinte reais e eu o encontrei perdido numa das bancas, apesar de não ter gostado da capa e ter o título ao contrário da capa – detesto livros assim, é ruim na hora de fotografar, decidi comprar mesmo assim e ficou na lista “para ler” por uns meses até que arrumando a postagem da semana, coloquei-o e encarei a leitura. Tive uma semana apertada, porém, foi uma delícia. Uma surpresa! Com toda sinceridade, não estava dando muita coisa pelo livro por causa do título, porém, há muitas coisas boas e ele ganhou quatro estrelinhas.

Lucia é a filha bastarda de um príncipe italiano. Foi criada em conventos, em casa de parentes, sempre sendo jogada de um lado ao outro para que não fosse reconhecida e o segredo do príncipe em ter se relacionado com uma mulher francesa e que se tornou cortesã não fosse a público. Sempre maltratada e rejeitada, tinha em poucas vezes o carinho de sua mãe, mas sua vida era controlada pelo pai. Depois de se envolver em um escândalo, o pai a exila no castelo, mas ela ainda consegue aprontar poucas e boas, dessa vez envolvendo sua meia-irmã Elena, princesa de verdade e prometida a um príncipe Austríaco. Nervoso, Cesare convoca Ian Moore, um diplomata inglês para procurar sua filha que fugiu da casa de parentes para ficar com a mãe e casá-la com um nobre inglês no prazo de seis semanas.

Ian é um personagem adorável. Ele é todo seco, contido nas emoções, sempre agindo em favor da diplomacia, solteiro por opção, por amar demais a sua profissão e tem o desafio de casar a filha ilegítima, nenhuma pouco princesa, de um príncipe, que é louca, cheia de oscilações de humor, carregando diversos traumas e nenhum pouco fácil de lidar, além de ser absurdamente linda, uma perfeita distração. Lucia sabia como exasperar Ian, mesmo que ele fosse o mestre de não demonstrar suas emoções, o que dava ainda mais gás para ela provocá-lo impiedosamente até que um dia todas as faíscas fizeram o homem explodir.

O livro é gostoso. Não tem erotismo exagerado, acredito que só tem uma cena mais picante, todo o restante é dotado de uma leve sensualidade, muito bem conduzida, sem perder a mão. A história é bem construída, com poucos personagens e a repetição deles causa a boa fixação. Não tem histórias secundárias, todo o livro é focado no relacionamento de Ian com Lucia. Os dois protagonizam cenas muito engraçadas, brigas, tensões, sensualidade e romance.  Lucia pode não ser uma princesa legítima, mas ela encontrou o verdadeiro príncipe.

You Might Also Like