Editora Arqueiro Resenha

Resenha – A História de Nós Dois

Separem os lencinhos, porque finalmente – eu estou cantando um coro de aleluia – consegui terminar a leitura de A História de Nós Dois, que comecei semanas atrás, mas nesse meio tempo aconteceu tanta coisa na minha vida e até mesmo o blog ficou bem largadinho porque estive muito sem tempo e sem cabeça. Ontem eu coloquei na cabeça que só sairia do sofá da sala quando terminasse e foi a melhor decisão, afinal, foi surpreendente os rumos da história e estou encantada com a autora pela forma que conduziu a narrativa, a personagem e todo romance. É realmente possível amar duas pessoas ao mesmo tempo?

Foi difícil começar a leitura, não sei porque não me apeguei as primeiras páginas, mas logo que tem os primeiros acontecimentos que define todo restante do livro, dei uma travada, porque estou passando uma fase difícil e parecia que aquela avalanche de emoções que a personagem estava passando também estava me atropelando e foi ruminando um sentimento de pavor tão grande que eu precisei parar e respirar fundo, lembrar que era só uma história e que infelizmente, ela teve um final muito mais feliz que eu posso vir a ter. A Dani Atkins tem alguns livros lançados no Brasil, mas esse é o primeiro que eu li e estou desejando ler os outros. A sua escrita é suave, narrativa na primeira pessoa e a sua personagem principal é uma menina de personalidade. Não é a mocinha com síndrome de Bella Swan, é uma mulher normal, que se aceita fisicamente e ao mesmo tempo toda sua construção está focada nas suas ações.

Em A História de Nós Dois, conhecemos Emma que voltou para sua cidade natal depois de cinco anos vivendo em Londres. Seu pai adoeceu pelo estresse ao cuidar da sua amada esposa com alzheimer. Retomando as amizades de infância com Caroline e Amy, Emma também reata seu antigo relacionamento com Richard, que logo a pede em casamento e assim começa a história na despedida de solteira. Na volta elas sofrem um grave acidente que muda todo o rumo de suas vidas. Emma é salva por Jack, um escritor americano que estava indo para cidade afim de se estabelecer para escrever seu novo livro. E infelizmente, após toda alegria da comemoração do grande passo de Emma, eles perdem Amy, a alma “alegre” do grupo.

A morte, obviamente inesperada, traz o adiamento que vem a ser cancelamento do casamento de Emma com Richard, que muito abalada com a perda da amiga, não consegue pensar em seu relacionamento e ao mesmo tempo, Emma passa a descobrir que talvez não exista fidelidade por parte de sua amiga com seu noivo e todos os sentimentos ficam ainda mais confusos conforme ela se aproxima e conhece Jack, que é como um sopro de ar puro no meio do turbilhão que é sentir que pessoas que ela muito amava haviam traído sua confiança, a sua mãe basicamente vivendo como um fantasma vivo e seu pai, cansado e ao mesmo tempo muito dedicado em cuidar da esposa.

Eu devo dizer que fazia tempo que não lia um romance tão bom que tem de tudo: triângulo amoroso, traição, muito drama, síndromes e também muito romance que está longe de ser água com açúcar e sem um pingo de erotismo e ao mesmo tempo bem adulto. A história foi muito bem construída e pensada. Amei cada capítulo, a forma que foi distribuída a narração, com um pouco do futuro se desenrolando com o presente. Não tenho palavras para expressar o quão Emma ficará marcada no meu coração assim como a Dani Atkins por toda sensibilidade em escrever sobre os conflitos de sentimentos de forma tão pura, realmente humana, da forma que sentimos na realidade, tirando qualquer ar de fantasia.

You Might Also Like