Editora Arqueiro Resenha

Resenha – Escândalo de Cetim

Sedução da Seda foi o primeiro livro da Série As Modistas e para que possa compreender melhor os fatos dessa resenha, confira! E nesse segundo livro, escandaloso e cheio de reviravoltas interessantes e não muito abordadas pela Loretta em seus livros anteriores, nos deliciamos com a divertida história de amor de Sophie Norot e o Conde Longmore, também conhecido como Harry Fairfax. Ela, irmã da Marcelline e ele, melhor amigo e também considerado irmão do Duque Clevedon que nos apaixonamos perdidamente no livro anterior. E eu já posso garantir, que apesar da Sophia ser totalmente diferente da sua irmã, seu romance é de suspirar e agarrar o travesseiro no fim da leitura.

Sophia Norot é a “mais esperta” das irmãs. Enquanto ela é totalmente diferente da Marcellina no quesito arte para os desenhos da Maison Norot, ela é quem consegue se disfarçar como ninguém, interpreta mil pessoas e sempre está pronta para enfrentar o desconhecido para saber saber informações, que possam, de alguma forma, beneficiar sua loja. Leal e devotada a sua irmãs, parte dela ressente com o fato que Marcelline casou logo com um Duque, o mesmo que estava “prometido” a sua principal cliente e que por sua vez, tem uma mãe bastante influente e que passou a odiar as irmãs Norot. A loja, por sua vez, estava sobrevivendo com o empréstimo do Duque Clevedon, que elas não teriam como pagar se Clara, a querida cliente, se casasse com um Barão falido, que estava tentando dar o “golpe” nela com um noivado forçado, assim, ela é obrigada a unir forças com o Conde Longmore, irmão mais velho de Clara, que deseja salvar a reputação de sua irmã e ao mesmo tempo, impedi-la de casar com um golpista. Ele também não sabe o que fazer com a atração enlouquecedora que tem por Sophia.

Os dois são muito diferentes, por isso, o relacionamento deles é tão engraçado quando de Jéssica e Dain, de O Príncipe dos Canalhas. Harry é um homem que gosta de resolver tudo na base da porrada, Sophia é uma mulher que nem sempre precisa de alguém lhe defendendo e costuma resolver tudo com planos muito bem arquitetados e algumas vinganças públicas. Ela estava muito apaixonada por ele, mas sem esperanças de se tornar sua condessa, já que a mãe dele a odiava somente por ser irmã da mulher que “roubou” o Duque de sua filha. E mesmo assim, seu coração enorme e cheio de aventura, se dispôs a correr por uma interessante e única viagem pelos arredores de Londres para salvar Clara do desespero. Com muito mais reviravoltas, cenas marcantes e sexys que o primeiro, conhecemos uma mocinha com coração e coragem de um “mocinho” (adoro essas, sinceramente) e um mocinho que não tinha ideia que poderia ficar tão apaixonado, tão rápido e tão intensamente, não depois de ter perdido seu melhor amigo para o casamento com uma modista.

A leitura foi bem rápida, sem muita enrolação, comecei de manhã e terminei de noite, porque não li direto e tive algumas pausas, então, no comecinho da madrugada estava suspirando com um tempo que só conheço através dessas histórias cheias de romances. Tem muitos diálogos engraçados, detalhes impressionantes sobre os vestidos naquela época e a única coisa que não gostei foi da capa, achei o vestido descrito feio e particularmente, não gosto de verde, mas ela é bem firme, com páginas amarelas e fonte no tamanho perfeito para uma boa leitura sem forçar muito a minha visão limitada. A Loretta é maravilhosa. A Arqueiro acertou muito em traduzir os livros dela e lançar as sequências sem esperar muito – obrigada por isso, editora! E se você gosta tanto de romances de época como eu, por favor, inclua a série As Modistas na sua listinha! Ansiosa pelo próximo! E aí, comentem sobre a resenha e me indiquem novos romances!

You Might Also Like