Editora Arqueiro Livros

{Especial} Personagens favoritos da série dos Bridgestons

Yaaaai! Mais um post do Maio Especial de Romances de Época e essa programação tem me feito tão feliz, orgulhosa e animada a cada dia! Somos todas loucas por romances de época, então, para você não perder nenhuma postagem, segue a ordem: O primeiro foi lá no blog das Três Leitoras, tá maravilhoso! E aí veio o segundo, aqui no blog, clica aqui! Depois teve o terceiro que a Jess do Blog Modernagem fez um tema bem difícil algo incrível. Você pode clicar no nome de cada blog para ser direcionado as postagens. Por hoje, temos aqui o primeiro dia da blogagem coletiva entre os blogs que estão fazendo esse mês ainda mais especial! Como a maioria de nós amamos a Julia Quinn, vamos falar sobre a série dos Bridgestons! Espero que gostem!

Muito difícil escolher só alguns personagens, então decidi escolher três casais, se não der aquela roubadinha não é justo, certo? Principalmente quando lidamos com uma série de nove livros e muitos personagens encantadores.

Anthony e Kate:

Anthony é o filho mais velho e o que herdou não só o título como também a responsabilidade de cuidar de sua mãe e seus sete irmãos mais novos, principalmente os caçulas que pouco conviveram com o pai. Ele é amável, um tanto facilmente irritante e com a personalidade que defino meio dominadora, não é opressor, mas gosta de estar no controle. Tem em sua cabeça a ideia idiota de que irá morrer cedo como seu pai, ao mesmo tempo, precisa casar e ter um herdeiro, para dar continuidade ao título. No meio das suas ideias malucas, conhece duas irmãs, uma a “mais bela” da temporada e a outra, a irmã mais velha, que não faz parte do padrão de beleza estipulado aquele ano, mas é igualmente bonita. Kate percebe que Anthony deseja cortejar sua irmã e fica apavorada que um libertino safado como aquele simplesmente desejando sua inocente irmãzinha. Os dois são puro fogo e faísca, a atração é bem obvia, rola muita coisa engraçada entre eles assim como brigas bobas que se estendem porque são teimosos demais para dar trégua. O legal que a competição entre eles não acaba mesmo depois do casamento. As duas cenas do epílogo são as minhas favoritas.

Simon e Daphne:

Basicamente o casal que me fez gostar da série, o primeiro livro pra mim é primordial para dar sequência na leitura e acho que a Júlia escolheu bem ao colocar uma mocinha como Daphne para ter uma amizade que logo virou paixão com o infame Duque. Também é o primeiro momento que nos apaixonados por Anthony, Benedict e Colin como três irmãos super protetores. A amizade de Simon e sua suposta corte com Daphne deixa Anthony de cabelos brancos e tem muitas cenas divertidas não só entre o casal, mas com a Violet (“mãe de todos”) mostrando que nasceu para ser casamenteira e que não iria desistir até ver todos os seus filhos bem encaminhados e felizes. A história de Simon com seu pai é bem triste e eu gosto muito da maneira que o casal equilibrou romance, drama, aventuras e comédias. É um dos livros que estou sempre relendo, porque eles estão presentes e firmes como um casal por todos os outros e é muito gostoso ter aquela sensação de que: ei, conheço vocês desde o principio! Sem contar que eu também quero um marido cuidadoso e apaixonado como Simon, por favor! E ah, o epílogo de Simon e Daphne não poderia ser melhor, mesmo que um tanto curioso, mas isso fica para a próxima postagem!

Hyacinth e Gareth: Ela é minha personagem queridinha desde o primeiro livro quando ainda é uma criança terrível e que ficava trocando traquinagens com seu irmão mais próximo, Gregory. E com o passar das histórias, vai ganhando um destaque incrível por ser totalmente autêntica e merecedora de toda atenção que tem pra si. Principalmente ao irritar seus irmãos e deixar sua mãe descabelada de pavor. Hyacinth estava sempre querendo saber de tudo e tinha a mania de analisar o salões de baile com seus olhos de falcão. E o que imaginar do relacionamento dela com Lady Danbury (melhor personagem de todas, sinceramente)? Uma paixão, é claro! Gareth é neto da Lady Danbury, descobre o diário de sua avó em italiano e precisa de alguém para traduzi-lo em segredo, principalmente que não tem um bom relacionamento com o idiota do seu pai, acabara de perder o irmão e se tornou o herdeiro do título. Vivendo nesse drama, isso aguça a curiosidade da implacável e impossível flor de Jacinto do meu coração. Os dois mergulham em uma aventura cheia de perigo e atração. O relacionamento dos dois – o que Gareth faz para ficar com ela não me agrada, porém, ele se redime e mesmo que não se redimisse, estamos falando da personagem que poderia ser espiã para coroa. Eles ganharam meu coração de tal forma que só posso lembrar do livro deles com muito carinho.

E ah, eu também amo o Colin, Benedict, Penélope, Violet… Simplesmente amo essa família! Visite os blogs Três Leitoras, Blog Modernagem, Compulsivamente Literária e Diário de uma Leitora Compulsiva para saber qual são os personagens favoritos delas nessa grande blogagem! Comenta aqui qual é o seu personagem favorito!

You Might Also Like