Destaque Textos

Ele foi embora e assim aprendi sobre o amor

Quando ele voltou, depois de ter partido a alguns anos atrás, eu pude perceber o quão bem a sua partida me fez bem. Eu não sabia o quanto precisava aprender sobre o amor quando terminamos. Eu sofri sem saber realmente que esse sentimento tão poderoso, realmente pode trazer dor, mas também traz a sabedoria de entender que tudo há um tempo certo para acontecer. Nós dois, aconteceu, porque eu precisava aprender sobre amar alguém, não mais que a mim mesma, mas importante o suficiente para trazer amadurecimento ao nosso relacionamento.

Não vou mentir. O odiei. Desejei o pior. Quis que ele sofresse muito. A cada foto sua com uma mulher nova, me doeu muito. Quando ele começou namorar uma das minhas “amigas” próximas, senti que meu coração não poderia ser mais esmigalhado. Fiquei tanto tempo me roendo, com uma dor de cotovelo que não cabia em mim, mas depois, ao analisar bem, nosso relacionamento estava fadado ao fracasso quando apenas o que você falava era “lei’, que eu era a única a ceder aos seus caprichos e todas as minhas decisões tinham que se baseadas de acordo com a sua vida. Perdi minha autonomia, meu gosto musical, minhas histórias, meu blog e meus amigos. E quando você simplesmente reuniu suas coisas e foi embora, percebi que estava sozinha antes mesmo que terminássemos. Achei que meu mundo poderia ser completo com apenas uma pessoa. Erro meu.

Mas o amor não era aquilo. Ter a necessidade de ser alguém que eu não era só para me ajustar ao seu padrão realmente não é saudável. Me engolir para aceitar suas imposições me machucaram muito mais do que ele ter ido em si, porque quando tudo acabou, senti vergonha de não ter sido eu mesma apenas porque eu era independente demais, decidida demais, inteira demais para ele, que tinha que me diminuir para se sentir grande e no controle, não tem problema,  a culpa não é dele, isso tudo só aconteceu porque permiti e devo agradecer, ir embora foi a melhor coisa que fez por mim. Aprendi que o amor de verdade não exige padrões e tem aceitação de quem somos de verdade, com ajustes, mas sem imposições, sem dor e sem dramas.

Ele foi embora e assim aprendi sobre o amor de verdade, aquele que ser você mesma é a parte mais incrível no relacionamento, que o cara que gosta de você de verdade, te ama de um jeito tão louco que seus defeitos, apesar de muito irritantes, não se comparam a forma intensa que suas qualidades chamam mais atenção. Ser feliz com alguém é tão fácil quanto respirar, porque diferenças acontecem, problemas fazem parte, mas não há dor, não há drama e principalmente, não há solidão quando se está muito bem acompanhado.

You Might Also Like