Guarda-Roupa

Ame o seu armário

O processo de percepção e mudança de estilo é muito mais doloroso emocionalmente que financeiramente. Digo isso porque é preciso umas boas doses de coragem para abrir mão de certos vícios, que são aparentemente mais confortáveis e aceitáveis de usar diante a nossa sociedade tão ditadora e cheia de padrões. E eu vou compartilhar com vocês algumas experiências e dicas que tem me ajudado muito a superar a crise desse longo processo.

1 – Não tenha medo de arriscar: tire do seu armário todas as peças que não condizem mais com o seu estilo, seja ele mais ousado ou minimalista. Tire e doe. O primeiro passo pra me libertar do meu antigo armário foi tirar todas as roupas socialmente aceitáveis somente para ir a igreja. As muitas saias e camisas de projeto de oração que eu era obrigada a usar foram embora e substituídas por camisas pretas, brancas ou por outros modelos que gostei e inseri no meu estilo.

2 – Aumente o que gostava de usar: Esse é um passo que eu gostaria de investir mais e não tive oportunidade. Sempre gostei muito de short e saia jeans, longos ou curtos. Hoje, apesar de não me sentir confortável com meu peso e as celulites aparentes, estou me policiando em não me esconder porque estou acima do peso.

3 – Busque dicas de estilo em blogueiras: Sei que muita gente abandonou blogs de estilo e look do dia porque muitas das blogueiras que começaram mostrando como era fácil montar um look estão usando roupas fashionistas de alta costura ou completamente inatingíveis. Mas fiquem ligadas: ainda tem muita blogueira nesse mundão de blogs que dão dicas marotas como a Ray, Niina Secrets, Fabi Santina e a que mais me identifico são Carla Lemos e a Ju Romano.

4 – Frequente brechós: fiz um post aqui de dicas para comprar bem no brechó, mas se você ainda não se sente a vontade comprando roupas usadas, não tem problema ir e dar uma garimpada, analisar looks montados e até peças que você nunca imaginou usar.

5 – Compre o que quiser: assumi que amo listras pretas e brancas. Listras finas. Amo. Estou viciada. O resultado disso são três vestidos de listras, três blusas, um short. Eu realmente amo. Se você gosta de determinado estilo de estampa, não tenha medo de comprar em vários modelos porque acredite em mim, você vai usar todos eles e vai se amar ainda mais.

Essas cinco dicas vão te ajudar a amar o seu armário, a te conduzir melhor nesse processo de adaptação e também vão, principalmente, fazer com que enxergue o quão importante é refletir sobre que tipo de roupa estamos usando e qual o impacto delas em nossas vidas e no meio que vivemos.

You Might Also Like