Filmes

Adaptações memoráveis – e de chorar

Quando leio um livro muito bom logo fico com medo da possível adaptação para os cinemas. Nem sempre é bom, convenhamos que muita gente enche o saco querendo o impossível – que é possível somente nas páginas –  seja feito nas telonas. Nem sempre é caso, mas vamos falar das adaptações que falharam em outro momento porque hoje separei as que são memoráveis e em parte, podem te fazer chorar. Se você está buscando bons filmes e que são adaptações de livros maravilhosos, esse é o seu post!

Olga – É um livro de Fernando Morais publicado pela primeira vez em 1985 pela Editora Ômega e relançado em 1994 pela Editora Companhia das Letras, mas a história de Olga Benário só chegou ao cinema em 2004 com a atriz Camila Morgado no papel principal. Olga foi uma mulher comunista, alemã e judia que casou com Luis Carlos Prestes, ambos figuras muito importantes na história política do Brasil.

O Menino do Pijama Listrado – Publicado pela Editora Companhia das Letras em 2008, escrito por John Boyne e adaptado ao cinema no mesmo ano, com roteiro escrito pelo autor da história, contando com Asa Butterfield e Jack Scanlon no papel de dois amigos separados por uma cerca de arame e uma realidade social injusta, mas que cresce uma amizade inocente, cheia de sentimento e verdades, com um final de arrancar lágrimas da pessoa mais seca do mundo. Fiquei muito emocionada com o livro e principalmente com o filme. Quase bati na minha mãe de tanto que chorei e não superei até hoje.

O Caçador de Pipas – Publicado em Maio de 2003 pelo autor  Khaled Hosseini a emocionante história de amizade entre dois meninos que vivem no Afeganistão na década de setenta chegou aos cinemas no ano de 2007, mostrando que durante um campeonato de pipas, a vida desses dois amigos duram para sempre. Confesso que o livro foi muito difícil de terminar, porque não gostei da linguagem abordada pelo autor, mas o filme ganhou meu coração no cinema, começando pela edição e direção de fotografia.

Doze Anos de Escravidão – A publicação do livro aconteceu em 1853 pelo autor Salomon Northup e a adaptação muitos anos mais tarde, em 2013, tendo um caminho por festivais até chegar ao Oscar em 2014, no qual foi indicado a nove categorias e venceu 3 prêmios (Melhor filme, Melhor Atriz Coadjuvante e Melhor Roteiro adaptado). A história conta a vida de um homem negro livre, sequestrado em Washigton D.C e vendido como escravo, trabalhando em plantações no Estado da Louisiana por 12 anos antes de ser libertado. Emocionante, triste e ao mesmo tempo libertador.

Esses foram os livros que foram bem adaptados na minha opinião e alguns deles estão disponíveis no Netflix.

You Might Also Like