Textos

Aceite-se mais.

Já parou para se perguntar que quando se olha no espelho e tem vontade de se esconder em casa para sempre, é na verdade, falta de aceitação? Esses dias, conversando com uma das minhas melhores amigas, tentamos juntas, entender onde está a raiz dessa falta de vontade de ser amar e por consequência, ter o desejo de cuidar de nós mesmas. É difícil de encontrar.

Fiquei deitada na cama, imaginando e me ressentindo comigo mesma sobre o fato que me deixei tão de lado e tão por último que não sou mais a minha prioridade e não me cuido mais como costumava – e depois de longas horas, entendi que por mais insatisfeita esteja com meu corpo, minha aparência de modo geral, nada justifica não me priorizar. E desde que essa realização me bateu, consegui me olhar no espelho e encontrar tanta beleza que me senti feliz em muito tempo.

Auto estima é delicado, principalmente para nós, mulheres, que sofremos com alterações hormonais, nem sempre vamos estar felizes conosco. Mas, toda essa questão de se amar é um exercício diário, é praticar o narcisismo na frente do espelho e blindar sua confiança para que a tentação e comentários externos não te afetem.

Comece com o princípio que se você não gosta de malhar, não chore por não ter o corpo da Aline Riscado, ele também exige sacrifícios, que nem sempre você vai estar confortável em fazer. Está tudo bem ter insatisfação, corra atrás de mudar o que te incomoda, mude, ou aprenda aceitar aquilo que não pode e nem deve mudar. Não se esconda pelos quilinhos extras ou porque sua barriga está marcando na sua saia favorita.

Bote os quilinhos pra jogo, use o cabelo do jeito que sentir melhor, saia e seja feliz. Felicidade é a chave principalmente da porta da aceitação pessoal e acredita em mim quando eu digo que tudo será mais fácil depois disso. Escolha ser feliz. Aceite-se mais.

You Might Also Like